segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Gohan (Arroz Japonês)





Depois dela, vocês vão incluir o arroz japonês como qualquer outro no seu cardápio, acreditem! E também não é preciso da panela especial para o preparo, essa receita é realizada numa panela convencional, usada  no preparo de qualquer outro arroz.
Costumo servi-lo com “skin”, que é a pele de salmão bem fritinha e crocante, picada em pedaços pequenos. Como vocês estão vendo na foto, deixo também um pouquinho de “carne” de salmão, porque fica mais gostoso.
E como não tenho prática de sushiman, e não sei preparar temakis perfeitos, costumo servir fazendo, numa tigelinha, um “temaki aberto”: um quadradinho de alga no fundo, arroz, skin por cima, molho tare e cebolinha picada. Na hora de comer, cada pessoa faz uma trouxinha com as mãos, e dá tudo certo. Claro que as trouxinhas não podem ser muito grandes, por isso, você vai repetindo as porções, ao seu gosto.

Vamos aos segredinhos!

Para o arroz (gohan), você vai precisar de:

- 1 xícara de arroz
- 1 xícara de água


Lave o arroz, acrescente a água e deixe descansando por 20 minutos. Após, cozinhe até abrir fervura. Nesse momento, deixe 10 minutos em fogo baixo, e ajuste bem o fogo pra não queimar.
Apague o fogo com a panela bem tampada e deixe descansar por 10 minutos.
Coloque numa vasilha grande, acrescente o molho su e mexa com cuidado com uma espátula, até esfriar. A quantidade de molho su pode variar. Vá pingando o molho aos poucos e espatulando o arroz. O arroz não pode ficar úmido demais, pois ele perde a “liga” característica desse tipo de preparo. Portanto, essa quantidade de molho é uma estimativa para essa porção de arroz. Pode ser necessário um pouco mais ou um pouco menos.

Molho Su  (tempero do arroz)

- 1/2 xícara de vinagre de arroz
- 1/2 xícara de açúcar
- 1/2 colher (sopa) de sal
- 1/2 colher (café) de glutamato monossódico (ajinomoto)

Misturar todos os ingredientes e levar ao fogo até dissolver o açúcar, sem deixar ferver.

Molho tare

- 1 xícara de shoyo
- 1 xícara de açúcar
- 1 xícara de saquê


Misture os ingredientes e leve ao fogo. Deixe ferver até ficar em ponto de fio grosso. Alguns restaurantes servem o molho tare como um creme bem grosso, mas prefiro na textura de um caramelo mais fluido, uma calda grossa. O ponto, você decide a seu gosto. Deixe esfriar e coloque em uma bisnaga. Ele pode ser conservado em geladeira por bastante tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário