segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Os sabores do Kebab

Os sabores do Kebab


Paris, Tóquio, Sidney, Berlim, Ottawa, São Paulo e Rio de Janeiro. Estas são apenas algumas das grandes metrópoles que se renderam aos sabores do kebab, um prato de origem turca que nasceu nos campos de batalha do Império Otomano.

“O Kebab era a comida dos soldados. Eles cortavam a caça em cubos, temperavam com especiarias e colocavam na espada para grelhar”, explica Rodrigo Libbos, chef do restaurante Kebab Salonu.

Hoje, o Kebab e suas variações – o Shish Kebab e, especialmente, o Donner Kebab – estão entre os pratos mais populares do mundo. Na França ganharam as ruas, na Austrália tornaram-se uma alternativa saudável aos fast-foods e na Alemanha fazem tanto sucesso, que estão entre as preferências nacionais. Dizem, aliás, que o Donner Kebab foi criado no bairro turco de Kreusberg, em Berlim, nos anos 70.

E, o melhor é que cada um desses países termina agregando ao prato novos sabores. Isso por que, tanto a carne, quanto os temperos e acompanhamentos, variam de acordo com as características culturais e geográficas da região onde são preparados.

“Os gregos costumam temperar com iogurte, já os árabes usam muito o tahine; no norte da Europa, os kebabs vêm acompanhados de repolho roxo e, no Brasil, de alface. Depende muito da região”, conta  Piero Mazzamati, chef do restaurante Pita Kebab Bar.

Sabe aquela carne vendida no centro das cidades, de procedência muitas vezes duvidosa, grelhada em espetos giratórios, e conhecida como Churrasco Grego? É o nosso Donner Kebab! Pelo menos, a versão mais popular.

Mas pode ficar tranqüilo. Há alguns anos, chegaram por aqui os primeiros restaurantes especializados, e hoje é possível degustar deliciosas receitas dos mais variados sabores que este prato oferece.

Rodrigo Libbos, do Restaurante Kebab Salonu, ensina a fazer o Shish Kebab de Cordeiro

Shish Kebab de Cordeiro (espeto de cordeiro)
10 espetos de 100gramas

Ingredientes
1kg de pernil de cordeiro sem gordura, limpo e em cubos
1 xícara de chá de iogurte natural
2 colheres de chá de pimenta síria
Sal a gosto

Utensílio
10 unidades de espetos de bambu ou de ferro

Modo de fazer
Misture o iogurte, a pimenta e o sal. Agregue a carne a esta mistura, deixando marinar em geladeira por uma noite ou por duas horas. Divida o conteúdo em dez porções. Depois, opte por grelhar em churrasqueira ou assar em forno (cerca de 8 minutos). Sirva acompanhado de pães sírios e salada de folhas, tomate e pepinos.
Tempo de preparo: 2h15 (duas horas do tempo de marinada + 8 minutos para grelhar ou assar a carne + montagem)
Grau de dificuldade: fácil

Nenhum comentário:

Postar um comentário