quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Mundo Das Marcas: LE CREUSET

Mundo Das Marcas: LE CREUSET: Dizem que você conquista uma pessoa pelo estômago. Deve ser por isso que há 80 anos a LE CREUSET vem fazendo sucesso no mundo todo com suas ...

Mundo Das Marcas: AUDI

Mundo Das Marcas: AUDI: “Vorsprung durch Technik” . Traduzindo: Na Vanguarda da Tecnologia . Traduzindo melhor: AUDI. Ou melhor, o seu verdadeiro DNA. A montadora a...

Mundo Das Marcas: HEINEKEN

Mundo Das Marcas: HEINEKEN: Totalmente cosmopolita. Adorada pelos jovens modernos e descolados. E uma inconfundível garrafa verde. A cerveja HEINEKEN, uma das mais cons...

[Heineken+1.jpg]

Wagnão em ação no Bruxa Banguela Bar

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Bruschetta


Bruschetta quente de Cogumelos com Queijo Ementhal

Fotos: Carol Milano

Ingredientes

100ml de azeite extra virgem
300g de shitake fresco, limpo e fatiado
300g de shimeji fresco, limpo e desfiado
2 colheres (sopa) de cebolinha picada (opcional)
4 fatias de pão italiano (ou ciabatta), fatiado com 1cm de altura 
300g de queijo Ementhal
Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de fazer

1. Aqueça bem uma frigideira e coloque um fio de azeite. Adicione os cogumelos e refogue-os até que fiquem dourados e macios. Acerte o sal e se desejar, coloque a cebolinha.
2. Aqueça uma grelha, unte com azeite e grelhe as fatias de pão dos dois lados, até ficarem crocantes por fora e ligeiramente macias por dentro (Se não tiver uma grelha, fazer as torradas no forno).
3. Monte as bruschettas, colocando os cogumelos refogados sobre a torrada e por último o queijo ementhal ralado.
4. Na hora de servir leve ao forno pré aquecido (220°C) para derreter o queijo e sirva imediatamente.
*Dica: substitua o queijo ementhal por queijo minas padrão.
Rendimento: 4 porções
Tempo de preparo: 25 minutos
Dificuldade: Fácil
http://www.dedodemoca.net/

News Especiais





Hoje vou dar duas receitas para vocês, da cozinha da Índia.

Acho bem interessante saber fazer uma receita básica de Massala (combinação de especiarias apimentadas). Com o tempo tendo como base o garam massala, cada cozinheiro cria sua própria da receita.

O uso de especiarias na Índia é datado em textos sânscritos, há mais de 3.000 anos. A característica mais distinta na culinária indiana é esta combinação, que dá um inigualável sabor e aroma à comida.

Combinação básica:
* Canela
* Cravo
* Cardamomo
* Cominho
* Macis
* Noz-moscada
* Pimenta-preta

MODO DE FAZER:

Torre os ingredientes separadamente, exceto o macis e a noz-moscada, em uma frigideira, e depois que esfriar moa bem fino.
Misture todos os ingredientes.
Guardar em um recipiente bem fechado para evitar a entrada de ar.


A outra receita indiana que hoje quero passar para vocês, é o Pão Naan.

São pães que podem ser feitos em forno, chapa, ou até mesmo sobre um WOK.








INGREDIENTES:

200 ml de leite
20g fermento biológico
3 colheres sopa usli ghee (manteiga clarificada - colocar um tablete de manteiga no fogo muito baixo, deixar bastante tempo. Com uma escumadeira ir retirando a espuma que se forma, para que saia as impurezas da manteiga, e se torne uma manteiga pura)
1 unidade de ovo inteiro.
400g de farinha de trigo (se o ovo for muito grande, vai precisar uma quantidade maior de farinha de trigo)
10g açúcar refinado
1 pitada de sal

MODO DE FAZER:

Dissolver o fermento no leite, e acrescentar 100g de farinha de trigo e o açúcar.
Ir mexer até formar bolhas. Misturar o ghee (manteiga), e o ovo.
Peneirar a farinha de trigo restante com o sal.
Misturar todos os ingredientes e sovar até formar uma massa lisa e macia.
Dividir em pequenas bolas, e levar para descansar por 20 minutos.
Após esse tempo, com a ajuda de um rolo, abrir a massa em discos.
Assar em forno pré aquecido a 300°, ou na chapa, ou até mesmo no " Wok".

O WOK, é um utensílio básico da culinária Asiática, parecido com uma frigideira grande e funda, com um cabo ou duas alças.

Usar o Wok para assar o pão Naan é bem divertido.

Depois que abrir a massa em discos, colocar o Wok de cabeça para baixo, para esquentar sobre uma chama do fogão, e deixar aquecer bem.

Vá colocando os discos de massa sobre o fundo do wok.

A massa fica dourada e crocante.


Fonte: http://deboradamin.blog.uol.com.br/

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

News Especiais


CARDÁPIOS ESPECIAIS
Publicado em 13/09/2011 16:37:40
Jorge de Andrés
Tapas no Sofitel

O restaurante Atlantis, no Sofitel Rio de Janeiro Copacabana, recebe o chef valenciano Jorge de Andrés para o seu Festival de Tapas, entre os dias 14 e 17 de setembro.

Detentor de duas estrelas Michelin, Andrés prepara um cardápio (R$ 125) de receitas tradicionais da Espanha, como gazpacho andaluz, polvo com feijão branco alubia, queijo manchego, Bacalao al all cremat, batatas assadas e recheadas e flamenquines.

Além da seleção de tapas, o menu traz mini paella, tábua de queijos e frios de Valencia e uma seleção de sobremesas que inclui receitas da família do chef, como creme de arroz com leite, o leche frita, espécie de confort food espanhola feita com farinha, leite e ovos, e toucinho de céu com sopa de cacau.

Festival Gastronômico de Tapas com Jorde de Andrés
De 14 a 17 de setembro, a partir das 19h
Restaurante Atlantis, Av. Atlântica, 4.240, nível 1, Copacabana, Rio de Janeiro

Reservas :             (21) 2525-1206      


Marcos e Thiago Sodré preparam receitas da ilha indonesa / Imagem: Thiago Sodré
Culinária Balinesa no Sawasdee

Os chefs Marcos e Thiago Sodré apresentam um cardápio inspirado na culinária balinesa, entre os dias 15 e 25 de setembro no Sawasdee Bistrô.

O menu de três pratos (R$ 70) começa com o Sate Campur, mix de espetinhos de pato, cordeiro, camarão e carne com os molhos de amendoim picante, tamarindo, curry vermelho e abacaxi com ameixa, receita representativa da cozinha da Indonésia.

“A ideia é que a entrada seja uma pequena degustação de diferentes sabores da culinária balinesa. Vale experimentar os espetinhos passando de molho em molho”, explica Marcos Sodré.

A sugestão de prato principal é o Be Pasih Mepanggang & Nasi Goreng, filé de peixe empanado em farinha com curry e chilli, com sambal de cebolas, mel e chilli.

O peixe chega acompanhado de arroz basmati frito com shiitake e especiarias, preparado na wook, com hoisin, pasta de batata doce, temperado com especiarias e servido com shiitake.
Gemblong, bolinho de arroz com coco ao caramelo de melaço e limão / Imagem: Thiago Sodré
Na sobremesa, outra receita com arroz, o Gemblong, bolinho com coco ao caramelo de melaço e limão, acompanhado de sorvete de banana.

O cardápio do festival pode ser degustado diariamente no jantar e nos almoços de sábado e domingo.

Festival Balinês
De 15 a 25 de setembro
Sawasdee Bistrô
Rua Dias Ferreira, 571, A, Leblon, Rio de Janeiro

Telefone:             (21) 2511-0057      

Estrada da Gávea, 899, 1º piso, loja A, Fashion Mall, São Conrado
www.sawasdee.com.br


Coração de Alcachofra orgânica fresca, recheado com carne, snoobar e torradas e regado com coalhada fresca / Imagem: Rodrigo Castro
Oriente Médio no Arab

A chef descendente de sírios e libaneses Viviane Arab realiza um festival com receitas tradicionais do Oriente Médio, mostrando os elementos comuns às cozinhas de países como Israel, Palestina, Egito e Líbano.

“Atualmente a gastronomia é o único elo de paz entre estes países que vivem sob fogo cruzado. É a única coisa que resiste às invasões”, afirma Vivian Arab.

A segunda edição do Festival de Fronteira – Comida de Resistência, acontece entre os dias 15 a 25 de setembro e reúne mais de dez pratos, entre entradas (R$ 13), saladas (R$ 12), principais (R$ 48) e sobremesas (R$ 6), servidos durante o jantar.

Na seleção de entradas, o Coração de Alcachofra orgânica fresca, recheado com carne, snoobar e torradas, regado com coalhada fresca, o Falafel Arab, recheado com camarões, hommus e molho taratur, e o Mezze de Hommus, pasta de hommus com cogumelos frescos, hommus com favas, e hommus com tomates secos, servidas com o pão pita preparado na casa.

Para os principais, Arab prepara quatro opções: Samak Harra, pargo assado em tempero cítrico e extrato de romã, recheado com nozes, amêndoas e tâmaras frescas e acompanhado por Frick, Maqluba, cordeiro acompanhado de arroz com aletria, couve-flor, berinjela e coalhada cremosa, Sultan Ibraim Mikli, trilha acompanhada de hommus, babaganouch, hommus com fava, salada de Israel e tabule sírio, e Tajin de cordeiro com molho de tâmara e couscous tunisiano, prato comum do norte da África.
Salada Fatouch da Palestina, com alface em tirinhas, tomate, pepino, cebola, rabanete, extrato de romã, queijo feta e azeitonas / Imagem: Rodrigo Castro
Todas as opções chegam acompanhadas pelas saladas Fatouch da Palestina, com alface em tirinhas, tomate, pepino, cebola, rabanete, extrato de romã, queijo feta e azeitonas, ou Egípcia, que leva tomate, pepino, cebola, pimentão vermelho, cogumelo, alcachofra, alface, salsinha, hortelã e extrato de romã.

A seleção de sobremesas traz três sugestões da chef, Ismallaye, doce de massa de aletria recheado com queijo de cabra e tâmaras frescas, Ataife, crepes com recheio de nozes regados com água de flor de laranjeira quente, e Mouhalabieh, manjar libanês à base de leite, almíscar e mahlab, o grão da cereja negra.

Para finalizar a chef oferece o Karkadeh, blend de chá egípcio preparado com flor de hibisco e frutas vermelhas.

As opções também podem ser degustadas em um menu fechado (R$ 52), com entrada, prato principal e sobremesa.

Festival de Fronteira
De 15 a 30 de setembro
Restaurante Arab, Avenida Atlântica, 1936, Copacabana, Rio de Janeiro

Telefone:             (21) 2235-1884      
www.restaurantearab.com.br

http://basilico.uol.com.br/3133-artigos-CARDAPIOS-ESPECIAIS